Como aumentar a sua inteligência?

Assista a versão em vídeo deste artigo:

COMO SER MAIS INTELIGENTE? | DICAS INCOMUNS PARA AUMENTAR A INTELIGÊNCIA

Já pensou se tivesse alguma forma de aumentar a nossa inteligência?

Pensando a respeito dessa questão que é uma das perguntas que mais recebi dos meus alunos durante esses 20 anos de trabalho, separei 3 exercícios nada comuns que podem tornar você uma pessoa mais inteligente.

Quer aprender? 

Fique comigo até o fim.

Por muito tempo acreditou-se que as pessoas simplesmente nasciam com um certo nível de inteligência.

Mas, nós já conversamos em outros artigos que com o auxílio de alguns hábitos específicos o nosso cérebro é capaz de criar novas conexões neurais, o que otimiza as suas funções e o deixa mais ágil.

Por isso, o quarto exercício da nossa lista incomum que você deve colocar em prática é: 

Saia do modo convencional.

Essa pode até parecer uma ideia boba e você pode pensar que não vai te levar a lugar nenhum, mas quando você sai do modo convencional e aprende a fazer algo novo, o seu cérebro cria essas novas conexões que fazem você ampliar seu modelo mental. 

Um exercício simples que pode te ajudar com isso, é aprender a usar a sua mão não dominante.

Caso você seja destro, tente usar a mão esquerda para realizar qualquer atividade do seu dia a dia, por exemplo: se você tem costume de usar computador, tente colocar o mouse do lado oposto e usá-lo dessa forma. 

Outra atividade que você pode tentar fazer é escovar os dentes com a mão que não está acostumado.

Você também pode escrever pelo menos uma folha de caderno todos os dias com a sua mão não dominante.

Você pode estar pensando “nossa professor, mas vai demorar muito para conseguir aprender a fazer isso”… A verdade é que, não. O cérebro é uma máquina biológica que se adapta rapidamente e forma memórias de novos hábitos com pouquíssimas repetições. Então vale a pena tentar.

O próximo exercício incomum que vai te deixar mais inteligente é: 

Leia textos longos de cabeça para baixo.

Esse exercício tem um pouco haver com a nossa atividade anterior, porque de certa maneira você vai sair do modo convencional e vai ensinar o seu cérebro a se adaptar a novas situações. Mas essa prática também tem bônus com benefícios extras.

Preste atenção:

Além de ajudar com novas conexões cerebrais, esse exercício também vai melhorar a qualidade e o foco da sua leitura, isso porque ao ler de ponta cabeça você precisa olhar letra por letra, observando cada detalhe para conseguir decifrar a palavra. 

Dessa maneira você acaba focando mais, você dá mais movimento ao seu olhar e mais nitidez a sua leitura, porque estará usando a mácula, que é uma região da retina responsável pelo processamento de detalhes.

Então pode ser que no início você se sinta desconfortável e não consiga ler com facilidade, mas garanto que com o passar do tempo a tendência é você se acostumar a ler o livro dessa forma.

Importante: durante o exercício lembre-se de piscar regularmente e não forçar a visão em nenhum momento.

O terceiro exercício que você deve colocar em prática é:

Desenvolver técnicas e treinar a memorização.

Quando nós praticamos uma determinada função cerebral, a chance de fazer ela ter mais efetividade aumenta muito. 

E a nossa memória é uma dessas funções que podem ser melhoradas através de treino e memorização.

Por isso, a ideia aqui é aproveitar as atividades do seu dia a dia para treinar a memória e deixar o seu cérebro mais potente.

Por exemplo: Você pode colocar isso em prática quando precisar ligar para alguém.

Nesse caso, ao invés de procurar o nome da pessoa na agenda de contatos e simplesmente ligar. 

Você pode procurar o nome da pessoa, memorizar o número, digitar no teclado e aí ligar para ela.

Outra forma de colocar esse exercício em prática é durante as compras no mercado.

Eu tenho certeza de que você já foi ao mercado e viu alguém com uma listinha de compras para lá e para cá.

Ao invés de repetir esse comportamento, você pode fazer a lista de compras, memorizá-la e deixá-la em casa enquanto vai ao mercado. 

E somente quando voltar das compras, você confere se pegou tudo o que precisava.

Eu sei que você está pensando que isso pode te gerar um transtorno enorme de ter que voltar no mercado para buscar os itens que esqueceu…

Mas o ponto aqui é justamente você treinar a sua memória para que você jamais passe por algum transtorno causado pelo esquecimento de algo importante. 

Tenha em mente que só há um jeito de treinar a memória, e esse jeito é usando-a com frequência.

Esses exercícios não vão transformar você num gênio, mas com certeza eles irão te tornar uma pessoa um pouco mais inteligente, já que existe base científica neles.

Você já pratica algum exercício para a inteligência?

Me conte qual é aqui nos comentários. 

Compartilhe com outras pessoas, ok?

Grande abraço!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.