Como Fazer Um Cronograma De Estudos

Assista a versão em vídeo deste artigo:

5 PASSOS PARA NÃO ABANDONAR SEU CRONOGRAMA DE ESTUDOS

Se você não está conseguindo conciliar os estudos, trabalho, tempo para a família e amigos, então eu tenho uma notícia para você.

O seu problema provavelmente está no plano de estudos, ou melhor, na falta dele.

Talvez você até diga:

“Mas Renato, eu já tenho um plano de estudos”.

Então posso dizer, com absoluta certeza que ele, provavelmente, não está te ajudando, ou pior: 

Pode estar até te atrapalhando… até mesmo sabotando seu projeto de aprovação nos concursos e vestibulares.

Por isso, neste artigo você vai aprender 4 passos simples para não abandonar seu cronograma de estudos.

O 1º passo para manter-se firme no plano de estudos é entender como funciona a sua rotina.

Um dos maiores erros cometidos por estudantes de todo o país é pegar um cronograma de estudos pronto na internet. 

Isso é um erro grave, porque não adianta ter um planejamento com base numa realidade que não é a sua!

Então, para evitar que isso atrapalhe o seu projeto de estudos, não tenha preguiça!

Comece refletindo sobre tudo o que você faz desde o momento em que acorda até a hora em que vai se deitar.

Pense nos horários, minuto a minuto e como eles estão preenchidos com suas atividades:

Tarefas domésticas; pessoais; deslocamentos; tempo com aulas, cursos, refeições, lazer, trabalho, etc…

Baseado nessa reflexão, você pode separar também quais são as suas responsabilidades fixas, como é o caso de quem estuda ou trabalha, e quais são aquelas tarefas que tomam o seu tempo e que você poderia deixar de fazer ou delegar.

Vamos à um exemplo prático:

Imagine que de segunda a sexta-feira, os seus dias se resumem a acordar às 6h30, entrar no trabalho às 8h e voltar para casa às 18h.

Assim que você acorda;

Você se levanta;

Toma um banho, se arruma, toma café…

Verifica as suas redes sociais e;

Depois sai para o trabalho onde você passa a maior parte do tempo.

Você retorna para casa às 18h30;

Toma outro banho, janta lá pelas 19h30 e então não tem mais nada importante para fazer…

Não sei se você percebeu, mas apenas fazendo esse exercício simples dá para descobrir lacunas dentro dos horários que daria para otimizar o tempo e seguir seu cronograma de estudos sem problemas.

Por exemplo: você poderia estudar das 20h às 22h durante a semana, o que daria, tirando os sábados e domingos, 10 horas de estudo semanais.

Eu já vi pessoas passando na OAB e até concurso com menos de seis meses de preparação estudando apenas 2h00 por dia.

Bom, feito isso, você pode seguir para o 2º passo que é criar suas metas de estudos e cumpri-las com disciplina.

Imagine que ao organizar seu tempo na etapa anterior, você descobriu que sobram 2 horas diárias para estudar. 

Neste caso, aconteça o que acontecer, você precisa manter o foco durante todo esse tempo de estudo. 

A disciplina precisa ser a sua maior aliada.

Em meu livro sobre foco, defino disciplina como “a capacidade de fazer do jeito certo tudo o que precisa ser feito, custe o que custar.”

Parece um pouco radical, mas se você quer fazer as coisas acontecerem em sua vida, você precisa pagar o preço. 

Isso significa, muitas vezes, ter que renunciar a uma série de coisas para que você consiga realizar suas metas. 

Se você não está conseguindo cumprir as metas dentro do prazo estabelecido, então seu cronograma de estudo precisa ser modificado, ou a sua rotina diária de tarefas deverá ser reavaliada para que você consiga abrir mais tempo para os estudos. 

Não existe processo engessado neste ponto, você precisa ser flexível, testar seu cronograma por alguns dias para saber se de fato o tempo que você estipulou está sendo suficiente e se, a sua energia moral, ou seja, a sua disciplina, está sendo utilizada em grau máximo.

O 3º passo para não desistir do cronograma de estudos é se planejar para imprevistos.

Entenda: por mais que você seja uma pessoa organizada, o dia a dia de um estudante pode ser repleto de surpresas e com isso algumas situações podem sair de controle. 

Eu já tive momentos, por exemplo, em que eu havia me programado para estudar uma tarde inteira, mas acabou a energia no condomínio, tive que me ajustar à nova realidade, já que naquele estudo eu precisava utilizar equipamento eletrônico.

Então, o mais sensato a se fazer é se preparar para quando esses imprevistos surgirem, porque fala a verdade: uma pessoa preparada não perde tempo com coisas que poderiam ser evitadas com um pouco de organização.

No caso, eu consegui mudar a data dos meus estudos para o dia seguinte, em outras palavras, eu já tinha previsto um tempo para compensar qualquer fato inesperado.

Por exemplo, pode ser que aos sábados e domingos você tenha o período da tarde livre para descansar, correto?

Então, caso ocorra algum imprevisto, você poderia usar esse período para compensar os imprevistos. Entendeu?

Dessa forma, você ainda teria o domingo para relaxar e aproveitar com a família.

Depois de entender a sua rotina, determinar metas de estudos com disciplina e de se planejar para imprevistos, você deve seguir para o 4º passo que é separar momentos de intervalo. 

Estudar é importante, mas respeitar o seu corpo e o seu cérebro também são fundamentais para você preservar o foco e a concentração em seu cronograma de estudo.

Para você ter uma ideia, neurocientistas descobriram que o cérebro consegue ficar concentrado em uma atividade por no máximo 90 minutos e que depois desse tempo, ele fica sobrecarregado e, consequentemente, a atenção tende a cair bastante.

Então, nada melhor do que separar um tempinho de intervalo durante os estudos para garantir um melhor rendimento.

Uma maneira de fazer isso é estudar por até 1 hora, fazer uma pausa de pelo menos 10 minutos para tomar um café, beber água, checar suas mensagens, e depois voltar a estudar por mais 1 hora seguida.

É fundamental também cuidar do sono.

Como eu já te expliquei em outros artigos, o sono tem um papel fundamental para a fixação do conteúdo na sua memória de longo prazo.

Depois de se dedicar aos estudos por algumas horas, tenha o cuidado de garantir uma boa noite de sono, esse cuidado básico pode aumentar as suas chances de reter em detalhes no seu cérebro todo o conteúdo estudado.

Bom, para fechar esse tema sobre cronograma de estudo com chave de ouro, o 5º e último passo eu quero falar sobre a importância de ser flexível. 

Existe uma diferença muito grande entre pegar um cronograma de estudos que esteja pronto na internet e customizar um plano de estudos sobre medida dentro da sua realidade. 

Eu vejo muitos instrutores enfiando goela abaixo do aluno o plano de estudos que deu certo para ele. 

Com a sequência de matérias que ele estudou. 

Com o tempo de intervalo que ele utilizou em sua preparação.

Estudando a sequência de matérias que ele entendeu ser a certa.

E muitos outros detalhes que só se encaixam no perfil dele.

Então, eu vejo esses alunos tentando se adaptar ao modelo do instrutor, e criando um verdadeiro caos em sua própria vida.

A razão é muito simples, cada ser humano tem um jeito diferente de aprender. 

A capacidade de memorização é a mesma, mas o jeito de aprender pode variar muito. Então, o plano de estudos é você quem deve construir. 

Ninguém pode testá-lo por você.

Ninguém pode ler um livro por você.

Ninguém fará a prova por você.

Da mesma forma, ninguém vai comemorar a vitória tão bem quanto você.

Por isso considere que muitas vezes você vai tentar rodar um plano de estudos e vai sentir dificuldade, vai sentir vontade de desistir. 

Não desista, seja flexível e mude.

Mude os horários, a sequência de matérias, o tempo de foco, de intervalo, enfim, faça testes e ajustes até encontrar o seu modelo.

Ele será o seu mapa da vitória.

Um estudante de alto desempenho faz as mesmas coisas que você ou até mais coisas, porém de um jeito totalmente organizado.

Seguindo esses 5 passos, você também vai conseguir seguir com seu plano de estudo sem abrir mão da qualidade de vida.

Para te ajudar a buscar a sua aprovação, vou deixar um link aqui de um vídeo onde ensino como utilizar a sua inteligência nos estudos.

Recomendo que você não estude nada sem assistir a essa aula, pois você vai encontrar muitas dicas que podem te ajudar a conquistar a sua aprovação mais rápido do que você imagina.

Espero que esse artigo te ajude a seguir em frente com o seu cronograma de estudos.

Um grande abraço e até o próximo artigo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.