Como preparar sua memória para uma apresentação?

Muitas pessoas sentem medo na hora de fazer uma apresentação. Nesse momento, bate a insegurança com o tema, o medo de esquecer o que terá de ser falado ou a dependência em excesso dos slides da apresentação, que servirão de guia, por isso pergunto, você sabe como preparar sua memória para uma apresentação?

Siga todas as instruções e saiba como preparar sua memória para uma apresentação campeã

Para que você não passe por esse tipo de ansiedade, algumas técnicas podem ser facilmente aplicadas para preparar a memória para uma apresentação e fazer com que você tenha mais confiança nesse momento.

Pensando nisso, neste post, trouxe algumas sugestões do que pode ser feito para trabalhar sua mente, melhorar a capacidade de assimilação e garantir uma apresentação memorável. Acompanhe!

1. Utilize mapas mentais para preparar a memória para uma apresentação

Mapas mentais são diagramas que permitem que você coloque para fora todo o material da apresentação de uma maneira visual, em vez do formato de lista. A forma visual, ou por imagem, pode ser um auxiliar poderoso de como a memória é formada em sua mente.

Isso faz com que a informação seja recordada com facilidade, especialmente se você é uma pessoa de aprendizado visual. Tente praticar sua apresentação com um mapa mental, no lugar das notas tradicionais, e veja o que acontece.

2. Saiba o valor de se concentrar por oito segundos

Para que uma informação seja realmente processada por nossa mente, devemos nos concentrar fixamente nela por ininterruptos oito segundos. Assim, os dados poderão ser processados na memória por meio do hipocampo — essa é a forma como a informação é codificada em nosso cérebro.

Examine como você se prepara para uma apresentação. Você está totalmente concentrado na tarefa de transferir as informações de suas anotações para a memória? Ou você tem o hábito de interromper-se, verificando e-mail, páginas na internet ou mexendo no telefone? Lembre-se: a memorização depende do seu estado de concentração.

3. Ensaie em voz alta

Pesquisadores descobriram que a fixação de um assunto pode melhorar consideravelmente quando a pessoa simplesmente ensaia em voz alta. Assim, ensaie toda a sua apresentação em voz alta por não menos de cinco a seis vezes.

Faça isso e veja a sua confiança no material crescer e sua memória melhorar — sem falar do ganho de confiança a mais na apresentação, por já estar com o assunto internalizado.

4. Pratique com música

A música é uma ferramenta eficaz para nos ajuda a reter informações. O Dr. Georgi Lozanov, um psicólogo búlgaro, desenvolveu uma metodologia para o ensino de línguas estrangeiras que envolveu a utilização de música barroca com cerca de 60 batimentos por minuto.

Esse tipo de música ativa a parte do cérebro esquerda e direita; a ação simultânea de ambos os hemisférios maximiza a retenção de informações. Os alunos não só aprenderam em um tempo melhor, mas também tinham uma média de retenção de 92% do conteúdo. O mesmo se aplica na hora de reter o seu material de apresentação.

5. Ensaie antes de dormir

Neurocientistas descobriram uma ligação entre sono, aprendizagem e memória. Os resultados mostraram que o sono melhora a consolidação das informações recém-adquiridas em nosso sistema de memória.

Portanto, se você ensaiar sua apresentação antes de dormir, você é mais propenso a lembrar o material mais facilmente na parte da manhã. Tente fazer isso para a sua próxima apresentação.

6. Melhore a sua memória de trabalho

A memória de trabalho, também referida como o nosso “quadro mental”, é um sistema do cérebro que nos permite reter e manipular informações necessárias para tarefas complexas, como a compreensão da linguagem, raciocínio e novos aprendizados temporariamente.

Melhorar a memória de trabalho pode ser útil no controle da nossa capacidade de prestar atenção e lembrar as coisas. Em um artigo para a Psychology Today, William Klemm — professor de neurociência na Texas A&M University — escreve que, hoje, as pesquisas mostram que a memória de trabalho pode ser reforçada por treinamento.

Inclusive, ele até se refere a CogMed, um programa de computador que foi considerado útil para melhorar a memória de trabalho por meio de uma série de exercícios diários. Atenção: os aplicativos existem para auxiliar nossa produtividade, mas devemos lembrar que nossa memória natural deve ser constantemente estimulada, pois é ela quem nos acompanha 24 horas por dia, por toda nossa vida.

[inf_infusionsoft_inline optin_id=optin_1]

7. Invista em um curso de memorização

O que aconteceria se você também tivesse a memória trabalhando a seu favor? Quanto tempo você economizaria se não tivesse que reestudar várias vezes a mesma apresentação? O que aconteceria se você descobrisse uma forma rápida e segura para estudar a grande quantidade de assuntos que precisa abordar?

Para garantir sucesso em seu objetivo de preparar a memória para uma apresentação, o melhor mesmo é buscar um bom curso de memorização. O método Renato Alves, por exemplo, é uma técnica que traz aprendizagem acelerada, patenteada e que reúne diversos elementos de Ciências Cognitivas, Filosofia da Mente e Computação.

Seu objetivo é auxiliar estudantes e profissionais que lidam com muita informação, mas dispõem de pouco tempo. Não se trata, portanto, de mais um curso de memorização convencional, mas de um treinamento completo, com forte base científica, de aplicação imediata e sem similar no mercado.

8. Aposte em bons livros para te ajudar com suas apresentações

Por fim, para aumentar seu acervo e garantir bons resultados no dia a dia, o importante é estudar bastante e absorver muito do aprendizado de pessoas que já dominam muito a área das apresentações. Para isso, tenho três grandes indicações de leitura para você:

Faça como Steve Jobs: E realize apresentações incríveis em qualquer situação – (Carmine Gallo)

“Nessa obra, o autor esclarece o magnetismo do líder mais admirado do mundo, destrinchando cada momento de suas apresentações em técnicas simples que você pode aplicar imediatamente.”

Super apresentações: Como vender ideias e conquistar audiências – (Joni Galvão e Eduardo Adas)

“Sócios-fundadores da SOAP, a maior empresa de apresentações do Brasil, Eduardo Adas e João Galvão tratam nesse livro da importância das apresentações na comunicação corporativa e nos momentos decisivos de qualquer negócio.”

Os segredos das apresentações poderosas: Pessoas de sucesso sabem vender ideias, projetos e produtos para qualquer plateia – (Roberto Shinyashiki)

“Esse livro ajuda profissionais em geral, que precisam fazer apresentações sensacionais (para clientes, equipes, eventos etc.), a encantar e conquistar plateias com os segredos e a experiência do maior palestrante do Brasil.”

Espero que você tenha gostado do post, e que essas dicas possam ajudá-lo a conquistar mais confiança e a preparar a memória para uma apresentação perfeita.

Quer ficar ainda mais por dentro deste assunto? Então, acompanhe nosso outro post onde lhe darei dicas incríveis de como desfrutar de uma memória rápida?

Ps.1: Você sente dificuldade de memorizar e se lembrar de coisas do dia a dia? Gostaria de convidar você a conhecer o meu curso Memória Blindada.

Há mais de 20 anos ensino este método de memorização, que já está presente em mais de 100 países e tem 97% de avaliação positiva. Dê uma olhadinha nos depoimentos dos nossos alunos:

» Clique Aqui e assista alguns depoimentos de alunos do curso «

Nas videoaulas eu explico de maneira bem objetiva, todas as estratégias que utilizo para não esquecer de nada e me ajudaram a ganhar o título de melhor memória do Brasil.

Acredito tanto na eficiência do método que se em 7 dias você  não notar melhoras no seu nível de memorização, eu assumirei total responsabilidade e devolverei 100% do seu investimento. O que você acha?

Clique aqui e saiba mais sobre o treinamento!

Viva bem. Lembre bem.

Até a próxima.

Renato Alves é escritor, pesquisador e primeiro brasileiro a receber o título oficial de melhor memória do Brasil. Autor de um método patenteado de memorização que ganhou reconhecimento nacional e já está presente em mais de 100 países.

Ps.2: Quer ter acesso à outras informações? Curta e siga a minha fanpage no Facebook e também inscreva-se no meu canal no Youtube.

4 Comentários


  1. Obrigado pelas dicas, pois, reconheço que sou tendencioso e costumo proscrastinar, apesar de reconhecer que esta conduta me atrapalha e muito….

    Responder

    1. Olá, Lázaro. Agora que já sabe onde precisa por mais energia, precisa trabalhar isso.
      Abraço

      Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.