Como ser aprovado no concurso [5 Técnicas de Memorização]

Assista a versão em vídeo deste artigo:

COMO SER APROVADO NO CONCURSO | 5 TÉCNICAS DE MEMORIZAÇÃO

Você sabia que existem algumas técnicas de estudo que podem te ajudar na aprovação do tão sonhado concurso? Hoje vou te ensinar cinco métodos poderosos que irão te aprovar ainda neste ano!

A primeira dica é a Técnica de Feynman.

Criada por Richard Feynman, a técnica é uma receita para aprender a aprender. 

Seu benefício é que ao invés da decoreba, você vai de fato aprender o assunto estudado.

Para aplicar a técnica de Feynman em sua rotina de estudos, você deve seguir quatro passos. 

Escolha um assunto e pesquise sobre ele!

Esse primeiro passo é fundamental e pode fazer toda diferença. É importante saber definir o seu objetivo. Neste caso, o assunto que você quer aprender.

Separe todo o material que conseguir sobre o tema e comece a ler. 

Feito isso, chegamos ao segundo passo, onde você deve explicar o assunto.

Nessa etapa você vai pegar uma folha de papel e escrever tudo o que entendeu sobre o assunto.

Escreva como se você fosse o professor e estivesse explicando para alguém. Lembre-se que o professor tem a missão de traduzir conteúdos complexos. 

O terceiro passo é voltar ao assunto e pesquisar mais um pouco sobre ele. Provavelmente, enquanto você tentava explicar, deve ter tido alguma dificuldade.

Por isso, agora você vai pesquisar tudo que ainda falta entender. No momento que você achar que tudo está claro na sua mente, retome o passo anterior e explique o tema.

Depois disso, temos o quarto passo: simplifique. Após ler, pesquisar e explicar, você deve revisar tudo que colocou no papel e simplificar ainda mais.

Leia em voz alta, use e abuse de analogias para explicar o conceito. 

O estudo intercalado pode deixar muita gente com o cabelo em pé.

Essa é a segunda técnica que vamos abordar no artigo de hoje. 

Esse método consiste em distribuir as matérias de forma rotativa. Ou seja, você estuda assuntos completamente diferentes no mesmo dia. 

O estudo intercalado é um grande aliado da produtividade, já que ajuda a otimizar o tempo de estudo e te deixar sempre motivado com novos temas.

Ele também favorece a fixação de conteúdo porque você terá mais de um contato com o assunto na semana.

Essa é uma forma eficiente de gravar as informações na sua cabeça. Pense na preparação para aquele concurso que você quer muito passar. A prova é baseada em diversas disciplinas, certo?

Portanto, o estudo intercalado seria uma ótima opção neste caso, pois você poderá estudar vários conteúdos, abrangendo mais assuntos para o seu repertório.

Lembrando que eu ensino técnicas de memorização aplicadas nos estudos, no meu curso Estudo Memorização.

Lá você vai aprender a tornar a memória na sua melhor amiga para alcançar o sucesso em provas e concursos. As vagas são limitadas, então clique no link abaixo para não ficar de fora.

O método Pomodoro, ou como também conhecido Sistema de recompensas, é a nossa terceira técnica de hoje.

A técnica de Pomodoro foi criada no final dos anos 80 pelo italiano Francesco Cirillo.

Esse método oferece vários pontos positivos, dentre eles: Alívio da ansiedade; Aumento de foco e concentração; Aumento da motivação; Melhora no processo de estudos; entre muitos outros.

Para colocá-la em prática você vai precisar de um cronômetro ou timer e uma folha em branco. 

A cada 25 minutos focado em uma tarefa, você deve descansar por 5 minutos. Após quatro ciclos de 25 minutos, você deve aumentar a sua pausa para 15 ou 30 minutos.

Durante o seu tempo de descanso, ou melhor dizendo de recompensa, você pode aproveitar para fazer outras coisas não relacionadas à tarefa.

Como ir ao banheiro, comer, beber água, se alongar, ligar para alguém, tomar um café, ou relaxar da forma que preferir.

Esses intervalos são importantes para deixar o cérebro respirar, o deixando pronto para continuar até concluir o seu objetivo. Mas, lembre-se que é de extrema importância que você estabeleça metas a serem cumpridas. 

Um ponto que chama atenção nesta técnica é que toda vez que você se distrair, deve anotar. Pode ser uma distração causada por você mesmo ou por qualquer outra pessoa.

O quarto método que vamos aprender é o mapa mental.

Mapas mentais tem o poder transformador de te nortear nos estudos. Essa técnica foi criada na década de 1970 por uma pessoa chamada Tony Buzan.

Esse método consiste em criar resumos com símbolos, cores e setas. Seu objetivo é simples: ajudar a compreender e memorizar informações.

Ele ajuda o nosso cérebro a percorrer o caminho para guardar as informações que precisa. É como se você precisasse chegar a um local e usasse o GPS para encontrar a rota mais adequada.

Existem vários sites que podem te ajudar a montar um Mapa Mental. Ou você pode pegar uma folha em branco e começar no centro com uma palavra, ou desenho que represente o assunto principal. 

A partir deste momento, puxe “ramos” e comece a acrescentar informações relacionadas ao tema, sempre em cores diferentes.

Quando aplicada aos estudos, essa técnica tem inúmeros benefícios, como a organização de ideias e informações, apoio visual, associação de conteúdos e disciplinas, facilidade na hora da revisão, memorização e fixação dos conteúdos.

Nosso quinto método é a Auto-explicação e a Auto-interrogação.

Quando eu era criança, tentava explicar coisas inexplicáveis. Ou melhor, que eu não tinha conhecimento suficiente para explicar. Por exemplo, por que os gatos ronronam? Ou, por que soluçamos?

A quinta técnica parte deste mesmo pressuposto. A arte de questionar e explicar um assunto. Na auto-interrogação, você deve ler sobre um tema e formular perguntas sobre ele.

As perguntas devem ser elaboradas com base em conceitos ou personagens do tema. Essa pergunta deve ser feita em voz alta e, isso nos leva para a auto-explicação.

Diferente da auto-interrogação, agora você não vai fazer perguntas, mas sim responder às questões. 

Caso não queira elaborar perguntas. Assim como no método de Feynman, você pode apenas ler e explicar sobre o que entendeu.

Aproveite para ver meu vídeo Leitura Dinâmica e Memorização, onde eu falo sobre mais uma técnica para você aprender mais.

Você já conhecia algumas dessas técnicas de estudo? Deixe aqui nos comentários que eu vou ler todos.

Viva bem. Lembre bem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.