Dicas para melhorar a memória no ambiente de trabalho

Diariamente sou abordado por pessoas que desejam saber o que é preciso para melhorar a memória no ambiente de trabalho.

Você sabia que existem estruturas cerebrais que são responsáveis pela mediação do aprendizado e formação de novas memórias?

A função intacta da memória é essencial à vida corporativa. Alterações como o estresse, excesso de trabalho e o grande volume de informações interferem na capacidade normal de aprender, armazenar e recuperar memórias pode ter um impacto negativo no seu desempenho em ambiente de trabalho e na qualidade de vida.

No entanto, costumeiramente negligenciamos hábitos saudáveis que estimulam nosso cérebro e o faz trabalhar em nosso favor.

Escrevi este artigo pensando em você que está enfrentando dificuldades no seu ambiente de trabalho por causa das falhas de memória. Acompanhe!

Por que exercitar o cérebro é tão importante

Quem trabalha deveria desejar melhorar a melhorar a capacidade de memorização. Tamanha a importância da memória no ambiente de trabalho que sempre afirmo que se você quer ser promovido comece pela memória.

Apesar de o cérebro como um todo ser relativamente imutável, os neurônios individuais podem ser constantemente modificados ao longo de nossas vidas por diferentes razões: dentre elas está a aprendizagem.

Essa característica é conhecida como neuroplasticidade. Existe vários mecanismos de plasticidade, sendo a sináptica a mais importante, pois é como os neurônios alteram a sua capacidade de comunicar entre si.

À medida que interagimos com o ambiente, a comunicação entre os neurônios (sinapses) começam a mudar, há formação de novas sinapses quando mantemos atividade mental, por outro lado as ligações pouco utilizadas tornam-se mais fracas e eventualmente desaparecem.

Os especialistas sugerem que devemos manter nosso cérebro constantemente ativo e saudável.

O cérebro gosta de exercícios, e exercício intelectual, é claro! Dentre os variados tipos posso destacar a leitura ou jogos estimulantes, como xadrez, quebra-cabeças e palavras cruzadas eles podem trazer benefícios para a sua vida de forma surpreendente.

A importância de um cérebro ativo no ambiente de trabalho

A eficiência da aprendizagem e recuperação de memórias são bastante influenciadas pelo nosso estado emocional, existe uma tendência para lembrarmos melhor dos acontecimentos associados às experiências vividas particularmente felizes, tristes ou dolorosas.

Vamos fazer um exercício mental, imaginemos que você tenha tido uma noite ruim, acordou atrasado, não teve tempo de tomar o café da manhã e consequentemente chegou ao seu trabalho estressado.

Ao sentar-se à mesa seu chefe pede o relatório de vendas, para uma reunião que ele terá naquele dia. Um sentimento de pânico invade sua espinha dorsal neste momento, pois esquecera completamente desse relatório.

Agora terá poucos minutos para criar um documento.  Imagine se você precisar consultar outros setores para obter informações ou depender de outras pessoas para consegui-las! Certamente correrá o risco de entregar um documento malfeito e com informações equivocadas, pois não haverá mais tempo para revisá-lo.

Você se identificou com esse tipo de situação? Isso pode ser um indicativo de que você precisa começar a dar mais atenção ao seu cérebro. Para a maioria das empresas, uma memória deficiente pode ter consequências diretas na produtividade e no lucro.

Para a maioria das pessoas, pode ter consequências ainda mais graves como, por exemplo, na qualidade de vida e no nível de estresse, podendo evoluir, até mesmo, à depressão ou outros transtornos mentais.

Como estimular a memória no ambiente de trabalho

A memória não é uma habilidade do cérebro, mas um processo, e está intimamente relacionada à concentração. Nosso cérebro utiliza diversos estímulos para evocar lembranças de algum evento ou tarefa, pode relacionar cores e/ou cheiros com fatos.

Precisamos estar atentos e focados no que estamos fazendo, de forma que nosso sistema sensorial possa coletar essas informações com qualidade e levá-las até a memória.

Separei para você, algumas dicas que vão permitir o estímulo da sua memória no ambiente de trabalho:

Cadastre-se e receba dicas e materiais toda semana

Obrigado por realizar sua inscrição, acesse seu e-mail e confirme sua cadastro.

Rumo a uma super memória no ambiente de trabalho

1. Durma bem

Uma noite mal dormida poderá diminuir a concentração, interferir na capacidade de raciocínio e consequentemente dificulta a busca de soluções no trabalho e a gestão das prioridades. Desta forma, o ideal é que você faça alterações em sua rotina noturna.

2. Beba água e alimente-se regularmente

Alimente-se e faça ingestão hídrica várias vezes ao dia, pois a falta de nutrientes diminui o nível de energia do cérebro. A diminuição da concentração e foco nas tarefas cotidianas pode ser sutil, mas notará a melhora quando começar a cuidar melhor desses quesitos.

3. Diga não para a procrastinação

Deixar pequenas tarefas acumularem até o ponto crítico da sua execução é um motivo de estresse que só vai piorar sua concentração e, consequentemente, sua memória. Afazeres realizáveis em poucos minutos como mandar um e-mail solicitando uma informação a alguém, por exemplo devem ser feitos no instante em que a necessidade surgir.

4. Faça intervalos

Evite navegar pelas suas redes sociais ou bater papo on-line enquanto estiver trabalhando, isso poderá tirar o foco da sua tarefa ou até esquecê-la. Uma alternativa interessante é determinar intervalos restritos em que será permitido responder mensagens ou acompanhar sua timeline.

Entenda que esses eventos citados anteriormente (dormir mal, alimentar-se e hidratar-se de forma precária, procrastinar as pequenas tarefas e se distrair com redes sociais e bate-papo), irão acarretar em prejuízo na sua vida corporativa e na sua qualidade de vida. Você precisa tomar as rédeas do seu comportamento e fazer o que é melhor para sua saúde.

Atitudes práticas para contornar a falta de memória no ambiente de trabalho

Eu entendo que as dicas propostas não irão resolver o seu problema de memória repentinamente. Elas trabalham as bases para que seu cérebro esteja em condições de processar e armazenar corretamente e com qualidade as informações do nosso cotidiano corporativo.

Deixo aqui algumas dicas práticas que você poderá aplicar agora mesmo no seu ambiente de trabalho, de forma que ajude em suas dificuldades imediatas.

1. Mantenha uma central de anotações

Evite fazer anotações e guardá-las em locais diferentes. Tenha um único caderno onde você poderá colocar todas as informações, desta forma, quando precisar resgatar alguma anotação, saberá onde buscar.

Manter uma central pode ser uma ótima oportunidade de revisar anotações antigas, uma vez que, sempre que folheamos o caderno e passamos os olhos pelos dados, identificamos alguma informação que passou desapercebida de sua memória.

2. Faça e organize listas de ações

Sabemos que um checklist é importante, mas o que pouca gente percebe é que, por vezes, deixamos de cumprir alguns itens desta lista. Um exemplo: “Fazer o relatório bimestral” pode ser importante, mas você poderá deixá-lo para depois e até esquecê-lo se este item não estiver de forma clara com os passos necessários para a sua execução.

Então, divida o item “Fazer o relatório bimestral” em ações como “enviar e-mail para setor de vendas solicitando dados” algo que possa ser feito em dois minutos. A própria resposta vai se transformar em um lembrete, indicando que um novo passo precisa ser dado em direção ao relatório.

3. Estabeleça prioridades

Dedique a primeira hora de trabalho para estudar seu checklist e definir o que é prioridade e precisa ser feito imediatamente. Revise sua central de informações para garantir que você não esqueceu de listar nenhum item.

4. Diga não

Se você estiver sobrecarregado, exponha esse assunto ao seu superior. Não acumule funções que não conseguirá realizar, talvez, por medo de dizer não.

A sobrecarga de trabalho poderá prejudicar suas tomadas de decisões e o estresse decorrente disso vai afetar sua memória, num círculo difícil de ser quebrado.

5. Não se deixe atropelar

Vejamos! Se você estiver no meio de uma tarefa e, de repente, um colega solicita um favor que te desviará dessa atividade, peça a ele que aguarde um momento.

Muitas pessoas começam o dia dispostas a finalizar suas atividades, mas são sugadas nesta espiral de solicitações e, ao final do dia, percebem que não conseguiram terminar o que estavam fazendo ou se esquecem da tarefa.

Como podemos perceber, são soluções simples que vão transformar, de forma positiva, seu dia a dia e consecutivamente qualidade da sua memória no ambiente de trabalho. Compartilhe este post nas redes sociais e ajude seus amigos também!

Ps.1: Você sente dificuldade de memorizar e se lembrar de coisas do dia a dia? Gostaria de convidar você a conhecer o meu curso Memória Blindada.

Há mais de 20 anos ensino este método de memorização, que já está presente em mais de 100 países e tem 97% de avaliação positiva. Dê uma olhadinha nos depoimentos dos nossos alunos:

» Clique Aqui e assista alguns depoimentos de alunos do curso «

Nas videoaulas eu explico de maneira bem objetiva, todas as estratégias que utilizo para não esquecer de nada e me ajudaram a ganhar o título de melhor memória do Brasil.

Acredito tanto na eficiência do método que se em 7 dias você  não notar melhoras no seu nível de memorização, eu assumirei total responsabilidade e devolverei 100% do seu investimento. O que você acha?

Clique aqui e saiba mais sobre o treinamento!

Viva bem. Lembre bem.

Até a próxima.

Renato Alves é escritor, pesquisador e primeiro brasileiro a receber o título oficial de melhor memória do Brasil. Autor de um método patenteado de memorização que ganhou reconhecimento nacional e já está presente em mais de 100 países.

Ps.2: Quer ter acesso à outras informações? Curta e siga a minha fanpage no Facebook e também inscreva-se no meu canal no Youtube.

2 Comentários


  1. Ótimas dicas, estão todas anotadas para serem colocadas em prática, especialmente aprender a dizer não, rs

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *