Especialista revela 4 técnicas de memorização – Revista EXAME

Este artigo é a transcrição da entrevista que dei para Revista EXAME onde ensino diversas técnicas de memorização.

4 técnicas de memorização

À primeira vista, a lista quilométrica de assuntos exigidos pelos concursos públicos pode desesperar até o mais confiante dos candidatos. Afinal, diante dela, sempre fica a sensação de que o tempo para estudo é insuficiente e de que o “branco na memória” é inevitável.

Mas é possível gerenciar esses riscos. Para Renato Alves, um dos principais especialistas em memorização do país, a receita é simples: basta uma boa dose de organização, técnicas de memorização e disposição para estudar da maneira correta.

Entre uma palestra e outra, Alves, que é recordista brasileiro de memorização, revelou alguns segredos sobre como guardar todo conteúdo exigido pelo concurso e como tornar sua rotina de estudos mais eficiente.

Quer mesmo eliminar o branco da memória da sua lista de pesadelos pré-exame de concurso público?

Cadastre-se e receba dicas e materiais toda semana

Obrigado por realizar sua inscrição, acesse seu e-mail e confirme sua cadastro.

1. Organize-se

Sua meta é chegar no dia do concurso com todos os assuntos em mente? Então, desde já, aprenda a calcular a equação exata entre os minutos disponíveis para o estudo e o conteúdo exigido pela banca examinadora.

“O mais desanimador para um candidato é sentar na mesa e se perguntar: por onde eu começo?”, diz Renato Alves. Por isso, a dica, é planejar previamente.

Assim que o edital for publicado, liste as matérias e o material que você usará para estudá-las. “Separe os assuntos entre aqueles que exigem estudo ou revisão”, explica. Isso te ajudará a definir o tempo para dedicar a cada matéria.

Feito isso, divida o número de páginas pelos dias (e horas) disponíveis. Para criar um planejamento mais realista, faça um teste de quanto tempo você leva para estudar determinado assunto. E, não se esqueça do período reservado para a revisão.

2. Não basta ler

Agora, de nada vale organizar uma regrada agenda de estudos se você não sabe como estudar, de fato. Estudo exige concentração, dedicação e tempo. Por isso, não adianta passar os olhos pela apostila e achar que já sabe todos os conceitos.

Uma boa técnica de estudo é o hábito de fazer fichamento de todo conteúdo. “A estratégia é: para cada parágrafo que você ler, defina algumas palavras chaves”, descreve. “Ao terminar a leitura, tente explicar para si mesmo a essência do texto com base nessas palavras chaves”

Assim, de acordo com ele, na hora de fazer a revisão, você precisará apenas recorrer às suas fichas de estudo. O resultado? Planejamento e rotina de estudos mais eficiente.

3. Repita

De acordo com Alves, a repetição também é um fiel aliado na hora de guardar conceitos. Por isso, abuse da resolução de exercícios e simulados.

Uma dica para isso, no caso de questões que envolvem a memorização de uma fórmula, é fazer um cálculo que utilize essa fórmula a cada cinco horas durante quatro dias. “Você provoca uma estimulação nas redes neurais e, assim, constrói a memória de longa duração”, diz.

Mas ele alerta: a memorização efetiva só é construída a partir de conhecimento. Por isso, de nada vale sair decorando fórmulas ou macetes para resolver questões. É preciso, primeiro, compreender a lógica por trás de cada ação.

4. Invista em você

Por outro lado, segundo Alves, o branco da memória pode ser um sinal de que algo não anda bem no organismo. Isso significa que é falsa a teoria de que para passar em um concurso público é necessário sacrificar a própria vida.

Alves explica que antes de se aventurar por todas as matérias exigidas, o candidato precisa se lembrar de cuidar da própria saúde.

Dessa forma, a tríade boa alimentação, excelente noite de sono e horas de lazer são imprescindíveis para quem quer, de fato, memorizar todos os conceitos até o dia da prova.

Fonte: Site Revista EXAME

Gostou das técnicas de memorização? Que tal coloca-las em prática agora mesmo? Não esqueça de deixar seu comentário aqui abaixo e aproveite para conhecer o meu curso Estudo e Memorização.

» Clique Aqui e assista alguns depoimentos de alunos do curso «

Para que você adquira ainda hoje o curso Estudo e Memorização, e por acreditar tanto na eficiência do meu método, além dos bônus eu ainda lhe ofereço uma garantia especial.

Se em 7 dias, depois de aplicar o método, você  não notar melhoras, eu assumo total responsabilidade e devolverei 100% do seu investimento. O que você acha? Clique aqui e saiba mais sobre o treinamento!

Renato Alves é escritor, pesquisador e primeiro brasileiro a receber o título oficial de melhor memória do Brasil. Autor de um método patenteado de memorização que ganhou reconhecimento nacional e já está presente em mais de 100 países.

Quer ter acesso a outras informações? Curta e siga a minha fanpage no Facebook e também inscreva-se no meu canal no Youtube.

 Curso Estudo e Memorização

25 Comentários


  1. Olá Renato, tudo bem?
    Gostei muito o conteúdo do seu blog.
    Parabéns pelo trabalho.

    Responder

  2. Oi, gostei muito das dicas do seu Blog.
    São ótimas e nos ensina realmente como estudar
    obrigada
    Ótimo trabalho.

    Responder

  3. Olá Renato.
    Parabéns pelo seu excelentíssimo trabalho.
    Você virá em minha cidade pelos próximos dias, é uma pena que estou desempregada, mas gostaria muito de ir.
    Mas ainda assim, tentarei por em prática seus conselhos nos meus estudos diários para concurso.

    Felicidades!

    Responder

  4. Olá, Renato eu não poderia deixar de agradecer-te pelo curso de ontem aqui em Londrina, realmente foi um espetáculo…valeu pelas dicas e parabéns pelo talento.

    Responder

  5. Olá, Renato eu comprei o livro os dez hábitos de memorização percebi a diferença, imagine o curso, quando vai ter o curso nessas proximidades, de Guainazes ou de fácil acesso. Obrigada!

    Responder

  6. Muito legal essas dicas, com certeza tenho que colocá-las em prática.

    Responder

  7. vc tem video aula sobre a educação, português ou é somente tecnica de como memorizar.

    Responder

  8. Renato, estou fazendo seu curso e estou já no módulo 8. Ali você diz que no seu blog há um artigo sobre o marcador de texto. Mas não achei. Poderia me dar uma dica como encontrá-lo? Grato. Pamplona

    Responder

  9. obrigado pelas dicas vou usar aqui
    e nao esqueçam de ler a biblia 2 capitulos por dia pelo menos e horar 1 vez por dia pelo menos
    Jesus te ama e eu tb 🙂
    bye

    Responder

  10. Quem e mais inteligente aquele que estuda a vida inteira ou aquele que procura viver de um modo mais livre dos estudos, ou que não vai estudar para uma profissão destacada?

    Responder

  11. Ninguem eh igual por natureza, isso eh logico, todos respondem a determinados estimulos de forma diferente, ha pessoas qe so sabem estudar sem lazer ou outra coisa, neste caso eh uma pessoa concentrada e acostumada dessa forma, e ha pessoas qe para aumentar as redes neurais precisam de estimulos externos, tal como foi citado acima, lazer, sono, etc. No entanto, concurso publico nao eh pra genio, muitos nerds qebram a cuca tentando passar enqanto uma parte qe mal olha pros livros passa tranqilamente, como explicar isso, inteligencia emocionale conhecimento a longo prazo eh qe fazem a diferença. Eh como foi dito, ha pessoas e ha pessoas, os nerds se bitolam a vida inteira nos livros mas se esqecem de olhar ao redor, ou seja, do mundo em qe vivem, e os nao nerds, sabem de tudo um pouco apenas observando o qe acontece a sua volta e lembrando o qe aprendeu antes, estranho neh.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *