9 técnicas para você driblar a ansiedade na hora da prova

Se você é uma daquelas pessoas que desejam aprender como driblar a ansiedade, ao final desse texto você terá ferramentas que lhe ajudaram a superar esse problema.

Muitos estudantes, sobretudo os vestibulandos, universitários e concurseiros, sofrem de ansiedade na hora da prova tão esperada, devido à pressão de suas rotinas agitadas e da concorrência acirrada.

Essa sensação extremamente desagradável pode atrapalhar muito o desempenho do candidato e até mesmo causar problemas psicológicos maiores, como ataques de pânico.

Visto isso, preparei este artigo para dar a você algumas dicas sobre como a ansiedade pode gerar bloqueios de memória e como ela interfere no desempenho dos estudantes, assim como sugerir algumas técnicas capazes de driblar a ansiedade causada pela prova.

1. Esteja bem preparado, esse é a básico para driblar a ansiedade

Talvez este conselho se pareça óbvio e, ao mesmo tempo, o mais difícil de se cumprir. Mas uma boa preparação é o principal cuidado a ser tomado no sentido de preservar sua autoconfiança e tranquilidade. Dificilmente você sentirá confiança em si mesmo, caso não estude da maneira adequada.

Por outro lado, preparar-se com a devida dedicação permitirá que você tenha tranquilidade consigo mesmo, pois grande parte da ansiedade vem da decepção que se origina pelo não cumprimento das obrigações estabelecidas.

2. Não estude no dia da prova

Estudar no dia da prova ou nos dias que a antecedem não deixará você mais preparado e ainda causará mais confusão. Pense que, se o conteúdo não foi absorvido durante sua jornada de estudos, não será nesses pequenos prazos antes da prova que tudo irá se solucionar.

Utilize as vésperas da prova para descansar, pois o conteúdo somente é fixado na sua mente se esta tiver tempo e energias para processá-lo adequadamente.

Para não ficar ansioso por não estar estudando, planeje uma atividade relaxante para o dia anterior ao exame. Caminhe descalço na areia da praia, vá ao cinema, passeie com os sobrinhos, com o cachorro ou faça qualquer outra coisa que seja agradável. Só não vale se cansar física, mental e emocionalmente, pois isso certamente vai interferir no resultado da prova.

3. Trabalhe sua autoconfiança

Os níveis de concorrência em provas de vestibular e concursos públicos têm aumentado a cada ano. Isso faz com que os candidatos sintam-se cada vez mais sobrecarregados e a sua autoconfiança seja afetada.

Cuide da sua saúde psicológica evitando o estresse em demasia, busque técnicas que ajudem no seu relaxamento e descanso. A meditação, por exemplo, é um ótimo exercício para o controle da ansiedade e da respiração, além de aumentar a resistência física e emocional de quem pratica esta atividade.

Em casos mais graves de ansiedade, convém procurar apoio profissional para recobrar o equilíbrio e usar as emoções a seu favor na hora da prova.

4. Prepare-se física e mentalmente

Não apenas as condições da mente influenciam no momento de realizar o exame, o cansaço físico também conta muito no desempenho final do candidato.

Passar muitas horas por dia estudando, entretanto, não colabora muito com seu preparo físico, de modo que a prática de exercícios regulares reforça a sua resistência durante a prova, ao mesmo tempo que contribui com o relaxamento da mente.

De acordo com a psicóloga Bárbara Raquel Cardoso Nascimento, nos últimos anos, tem aumentado o número de casos de fobia social entre estudantes universitários. “A fobia social é caracterizada por um medo acentuado e persistente de uma ou mais situações sociais. O indivíduo teme a agir de modo a demonstrar sintomas de ansiedade e que lhe sejam humilhantes.”

A especialista completa: “O transtorno (de fobia social) vem sendo considerado um problema grave de saúde mental e altamente incapacitante diante das interações sociais, interferindo deste modo nas relações de trabalho, acadêmico, sociais, além de ser considerado um dos transtornos que mais acarreta prejuízos.”

Por isso, fique atento a qualquer sinal que indique agravamento de um problema de ansiedade.

Cadastre-se e receba dicas e materiais toda semana

Obrigado por realizar sua inscrição, acesse seu e-mail e confirme sua cadastro.

5. Cuide da qualidade do seu sono

Dormir bem é um pré-requisito para ter um bom desempenho em qualquer atividade intelectual, sobretudo durante provas que durem longos períodos. Sintomas como insônia ou vontade excessiva de dormir não devem ser encarados como normais.

O sono de má qualidade que persista por muito tempo é um dos caminhos mais rápidos para ativar o quadro de estresse. Se você estiver com problemas dessa ordem, procure rever sua rotina, sobretudo nas horas antes de ir para a cama e na regularidade dos seus horários, mas procure um médico se estas perturbações do sono se tornem recorrentes.

6. Saia de casa com antecedência para evitar ansiedade na prova

No dia da prova, você precisa se apresentar no local de realização da prova com pelo menos uma hora de antecedência para ir se ambientando e também prevenir de qualquer contratempo.

Um imprevisto pode colocar a perder toda a sua dedicação, portanto, para chegar tranquilo e ir bem na prova, saia de casa com a antecedência necessária.

7. Mantenha a calma durante a prova

Depois de apresentar-se com antecedência, checar a sala onde você fará o exame, ir ao banheiro e se hidratar corretamente, você estará a um passo de concluir sua tarefa.

A única coisa que você precisará ter em mente é a concentração a todo custo, sobretudo na hora de interpretar os textos. Uma mente concentrada irá potencializar a sua memória e evitar ter de repetir a mesma leitura diversas vezes por causa do esquecimento, comprometendo o tempo de realização de toda prova.

8. Administre bem seu tempo de estudo

Para ter um desempenho satisfatório em uma prova, o estudante precisa preparar-se com antecedência e distribuir o conteúdo a ser vencido de acordo com o tempo que dispõe até a data da prova.

No caso dos concurseiros a situação é mais complicada pelo fato de o lançamento de editais de concursos não ter uma data definida para ocorrer e, a partir do momento em que este é publicado, restarem poucas semanas até o dia da prova.

Por essa razão, candidatos de concursos públicos precisam dar início ao processo de estudos ainda mais cedo que os demais. Estratégias de organização, como a estruturação de um cronograma de estudos, podem ser muito úteis, assim como o aprendizado de técnicas de memorização que proporcionem um aproveitamento maior das matérias estudadas.

9. Ganhar tempo para evitar ansiedade na prova

Tempo é o fator mais importante para todo estudante, pois a preparação para uma prova exige dedicação e a prova em si, que o candidato saiba controlar bem o prazo disponível.

Para ganhar tempo na hora da prova, antes de iniciar a resolver as questões, anote todas as fórmulas e macetes que você pôde memorizar. Faça uma leitura seletiva passando os olhos no conteúdo das questões e faça anotações daquilo que você se lembra sobre aquele tema.

Gostou das dicas de como evitar a ansiedade na hora da prova? Então, confira este outro artigo de meu blog.


Acesse abaixo a versão em audio deste post e faça o download para escutar as dicas do professor Renato Alves sempre que desejar.


Tenha ótimas lembranças,

Ps.1: Você sente dificuldade de aprender e memorizar? Gostaria de convidar você a conhecer o meu curso Estudo e Memorização.

Há mais de 20 anos ensino este método de memorização aplicada aos estudos, que já está presente em mais de 100 países e tem 97% de avaliação positiva. Dê uma olhadinha nos depoimentos dos nossos alunos:

» Clique Aqui e assista alguns depoimentos de alunos do curso «

Nas videoaulas eu explico de maneira bem objetiva, todas as estratégias que você precisará para se dar bem nos estudos.

Acredito tanto na eficiência do método que se em 7 dias você  não notar melhoras no seu nível de memorização e aprendizado, eu assumirei total responsabilidade e devolverei 100% do seu investimento. O que você acha?

Clique aqui e saiba mais sobre o treinamento!

Viva bem. Lembre bem.

Até a próxima.

Renato Alves é escritor, pesquisador e primeiro brasileiro a receber o título oficial de melhor memória do Brasil. Autor de um método patenteado de memorização que ganhou reconhecimento nacional e já está presente em mais de 100 países.

Ps.2: Quer ter acesso à outras informações? Curta e siga a minha fanpage no Facebook e também inscreva-se no meu canal no Youtube.

Curso Estudo e Memorização

6 Comentários


  1. Tenho 78 anos e gosto muito de ler. Por isso preciso de um método para memorizar e ler rapidamente.

    joão martinho alves ferreira
    nova friburgo – rj
    joaomartinho@uol.com.br

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *