5 Exercícios para você turbinar a sua memória

Assista a versão em vídeo deste artigo:

5 DICAS PARA MELHORAR A MEMÓRIA | COMO TER UM CÉREBRO JOVEM

Se você está cansado de ser conhecido como memória fraca, vem comigo porque hoje eu vou te contar 5 exercícios para você turbinar o seu cérebro e aguçar a sua memória.

Vamos lá?

Tenho certeza de que você já passou por essa situação, ou por algo parecido:

Você estava na sala se preparando para sair de casa e se lembrou de que precisava buscar um casaco no quarto…

Então, você sobe as escadas em direção ao quarto. 

E quando chega lá, esquece o que foi fazer. 

Aí você desce as escadas e se lembra do que ia buscar no quarto.

Garanto que esse tipo de situação é recorrente na vida da maioria das pessoas e, o primeiro exercício da nossa lista vai ajudar a evitar esses esquecimentos.

Então, nosso 1º exercício, é:

Imagine o que você precisa se lembrar.

Ao invés de você simplesmente subir as escadas e ir atrás do casaco, como no nosso exemplo.

Você deve imaginar que está indo buscar o casaco no quarto, durante todo o percurso. Imagine tudo com detalhes…

Imagine você abrindo a porta, andando até o guarda-roupas, pegando o casaco e vestindo ele.

Com essa visualização do que você está indo fazer, você vai criar conexões cerebrais entre o que você quer se lembrar e o que está imaginando.

E dessa forma, o contexto vai te fazer lembrar com mais facilidade o que você está procurando.

O próximo exercício para você turbinar a sua memória, é:

Treinar o seu cérebro.

Manter o seu cérebro ativo é a principal maneira para você cultivar uma boa saúde mental e para deixar a sua memória mais aguçada.

Então, faça palavras cruzadas, converse sobre assuntos difíceis que você não domina, aprenda um novo idioma, ou um instrumento musical.

Saia do modo piloto e aprenda novas habilidades e novos assuntos! 

O terceiro exercício para você colocar em prática hoje mesmo, é:

Participar de jogos mentais.

A sua memória é única. 

Então, não existe um teste geral para avaliar a sua capacidade.

Mas, existem vários jogos mentais que você pode fazer para manter a sua memória afiada. 

Lembrando que essa também é uma forma de você exercitar o seu cérebro, assim como falamos na dica anterior.

Bom, um dos jogos mentais que você pode fazer é pedir para alguém escrever uma lista de 20 palavras aleatórias.

Você vai pegar a lista e terá um minuto para ler e memorizar todas as palavras.

Depois você vai tentar falar ou escrever elas na ordem em que foram colocadas da primeira vez.

Você também pode fazer isso com um números, nomes, objetos, ou o que preferir. 

A intenção aqui é você testar a sua memória e, consequentemente, treiná-la.

As primeiras vezes podem ser um pouco difíceis, mas com o passar do tempo, você vai melhorando o seu desempenho.

Chegamos ao nosso 4º exercício para turbinar a memória e conseguir lembrar de qualquer coisa:

Repita, Repita e Repita mais uma vez!

De acordo com a teoria da Curva do Esquecimento de Hermann Ebbinghaus, a nossa memória esquece 42% do que aprendemos nos primeiros 20 minutos, depois de uma hora, esse percentual chega a 56% e, após 30 dias, mais de 80% do que você aprendeu já se foi da sua memória.

Por isso, uma das melhores formas para conseguir lembrar de algo é repetindo essa informação regularmente. 

Nos estudos, por exemplo, existe a técnica de revisão espaçada, que te ajuda a reter todo o conteúdo através da repetição. 

Nessa técnica você faz a primeira revisão do conteúdo em até 24 horas. 

Depois de uma semana você revisa a matéria novamente.

E após 30 dias você faz uma nova revisão.

Assim, você vai fixando o conteúdo a cada repetição.

E uma maneira de aplicar essa repetição fora dos estudos é: 

Ao final de cada dia, faça uma espécie de revisão sobre tudo o que fez.

Esse truque simples é uma ótima forma para fortalecer a sua memória.

E por último, mas não menos importante. 

Nosso 5º exercício, é:

Conte uma história.

A nossa memória fica especialmente satisfeita com qualquer discurso que tenha o formato de uma história.

Isso acontece porque quando você ouve uma história, partes do seu cérebro são ativadas de um modo semelhante a um quebra-cabeças…

Onde você vai encaixando peça por peça, com base nas suas próprias percepções e experiências. 

A neurociência explica que quando um conteúdo é narrado com começo, meio e fim, fica muito mais fácil prender a atenção de quem escuta e fazer com que esse conteúdo demore mais para ser esquecido.

Porque graças ao processo de “acoplamento neural” podemos experimentar um mixer de emoções ao ouvir, ou contar uma história.

E memorizar fatos que contenham emoção é muito mais fácil.

Porque o hipocampo, que é a região cerebral necessária para a formação de novas lembranças, é fortemente influenciado pelas emoções.

Por isso, transforme o que você gostaria de se lembrar em uma narrativa.

Pode ser grande ou pequena… 

O que realmente importa é criar uma história. 

Vamos recapitular o que vimos nesse artigo?

A técnica da visualização, o treinamento do cérebro, os jogos mentais, a repetição e criação de uma narrativa podem te ajudar (e muito) a aguçar a sua memória e deixá-la blindada contra esquecimentos.

Por isso, coloque agora mesmo esses exercícios em prática!

Grande abraço e até o próximo artigo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.