Você segue um plano de estudos personalizado?

Ter um plano de estudo ainda é algo novo para muitos estudantes, sendo que a maioria mal sabe como montá-lo. Sendo assim, acaba sendo comum que muitos não obtenham os resultados esperados com seus estudos, devido a essa falta de noção.

Inclusive, alguns acabam desistindo de seus estudos, devido a fracassos obtidos em avaliações e exames. Certamente, ao menos uma vez, você se sentiu desmotivado devido a uma nota abaixo do esperado.

Deixa eu te fazer uma pergunta:

Você já sentiu que, por mais que tivesse estudado por horas, não conseguia obter um bom resultado com seus estudos?

Muitos pensam que para ser um aluno exemplar, tendo total dedicação aos estudos, é preciso estudar TUDO, TODOS OS DIAS. Porém, não é assim que as coisas funcionam, pois, o elemento principal para se ter tudo isso, é a ORGANIZAÇÃO.

Observar sua rotina, seu tempo livre, estabelecer um tempo para descanso, ver quais matérias necessitam de mais atenção, são alguns pontos que podem ser previstos através de um plano de estudos. Além disso, é possível estabelecer uma conexão entre as matérias, de forma que uma não se sobressaia sobre a outra.

Portanto, mais do que uma organização, o plano de estudo faz com que seu rendimento vá além do atual. Dessa forma, ele se torna um agente facilitador, impulsionando seus estudos e fazendo com que ganhe vantagem perante os demais.

Devido a tudo isso, e visando te ajudar, separei alguns passos que farão com que montar um plano de estudo deixe de ser uma meta, e se torne uma realidade. Como resultado, você será capaz de montar um plano que solucione a todas as suas necessidades e ambições.

Vamos lá?

Rotina: Conhecer a sua é fundamental

O começo de tudo se dá através da sua rotina e de tudo aquilo que preenche ela. Decerto, este é o momento de descobrir quanto tempo disponível para estudar você tem. Em suma, analisando sua rotina, você conseguirá descobrir quanto tempo gasta com outras atividades, sobrando apenas os espaços de tempo livre. É provável inclusive que tenha que cortar algumas atividades da sua listinha, em prol dos estudos.

Através dessa primeira análise, você montará um cronograma de estudo, encaixando desde as refeições, até as horas de trabalho. Da mesma forma, anote também as tarefas fixas do seu dia e em quais horários elas são realizadas. Por conseguinte, não esqueça de pensar nos imprevistos, tempo de deslocamento, etc. Dessa forma, reserve um tempo livre no cronograma, para dar margem de algo não planejado acontecer.

Após encaixar as atividades diárias e já estabelecidas a serem realizadas, é hora de encaixar os estudos. Visto que devemos começar por aquilo que temos dificuldade, devido ao nosso cérebro responder melhor os comandos nesse momento, coloque em primeira ordem, as matérias e conteúdos que possui um grau maior de dificuldade para compreender. Desse modo, é necessário estabelecer também um tempo mínimo de 30 minutos, para revisar o conteúdo após estudá-lo.

O básico organizado, agora é hora de começar a se aprofundar. Assim sendo, estabeleça um horário de estudo para pesquisar mais sobre um assunto, consultar demais fontes, ler livros importantes, etc. Lembre-se de especificar horários para cada tarefa. Por exemplo: estudo, revisão, aprofundamento, leituras complementares, exercícios.

Criando um plano de estudo e uma rotina, deixando tudo bem organizado, fará com que você possua um controle bem maior a respeito do seu tempo disponível, e consiga conciliar tudo o que precisa ser visto, sem que um interfira no outro e seja deixado de lado.  

Rodada de estudo

Infelizmente, nem todos possuem um espaço de tempo fixo para realizar suas atividades, fazendo com que sua rotina mude frequentemente. Portanto, montar um plano de estudo pode ser complicado, devido a nunca ter a certeza do que irá fazer. Dessa forma, para conseguir estudar o necessário, é possível realizar rodadas de estudos ao longo do dia.

Mas afinal, o que é uma rodada de estudo?

Resumidamente, é quando ao longo do seu dia você encaixa o estudo nos espaços em branco que surgem. Ou seja, você usa os espaços livres do seu dia, para se dedicar e aprofundar naquilo que é necessário.

Com tempo mínimo em torno de uns 20 minutos, é uma excelente forma de se manter concentrado nos estudos. Além disso, é uma forma viável de conseguir ver o necessário, sem se sobrecarregar ou atrapalhar demais atividades. Por isso, caso você sofra de rotinas variadas, essa é uma ótima opção para ver todo o conteúdo da prova, sem se auto prejudicar.

Dicas complementares

Existem algumas formas e ferramentas capazes de elevar seu plano de estudo para um nível mais capacitado. Decerto, são extras que em conjunto com o plano montado, auxiliam no seu aprendizado, controle e organização.

Uma dessas maneiras, é usar o programa Excel para elaborar o seu plano de estudo. Certamente em algum momento da sua vida, você deve ter ouvido falar de tal ferramenta, já que a mesma é famosa por montar tabelas e quadros com precisão. Sendo assim, nada mais fácil do que montar um cronograma contendo horários e atividades, senão através do Excel.

Nele será possível encaixar todas as suas atividades, os dias da semana e horários que devem ser realizadas. Bem como uma melhor organização, você conseguirá visualizar melhor tudo o que precisa ser feito, ganhando agilidade e efetividade.

Dê uma olhada na imagem abaixo, para ter uma noção básica de como usar a ferramenta. Lembrando, que caso não saiba usar o Excel, existem tutoriais por toda a internet capazes de te ajudar.

Cronograma-De-Estudo

Além do Excel, existem outras coisas capazes de te ajudar, sendo que uma delas, são as técnicas de estudo. Embora nem todas se encaixem, algumas servirão como fortes aliadas no momento em que for estudar.

Uma delas, é a técnica de pomodoro, que através da divisão do tempo, faz seus estudos renderem muitos mais, além de ser possível encaixá-la em pequenos espaços de tempo, de forma que ela não atrapalhe em nada sua rotina. Ela é perfeita para você, caso necessite realizar rodadas de estudo, ao invés de seguir um plano fixo.

Plano de estudo: conclusão  

Vimos ao longo do texto que o plano de estudo é essencial para trazer mais organização para você. Além disso, também foi visto que existem alguns fatores que o tornam mais eficiente, como deixar o conteúdo mais difícil a ser estudado primeiro.

Para finalizar, é preciso saber duas coisas fundamentais:

A primeira, é que você deve montar o seu cronograma de acordo com AS SUAS NECESSIDADES. Ou seja, não tente copiar o de alguém, pois todos possuímos divergências, e às vezes o do outro não se encaixa com a sua realidade.

Em segundo lugar, é preciso que você veja o peso da prova que irá realizar e está estudando para, pois só assim conseguirá determinar o nível de dedicação que precisa desempenhar.

quantidade vs qualidade de estudo

Por fim, deixo como material complementar, um vídeo onde falo sobre como estudar para Provas e Concursos, sem que isso atrapalhe seu dia. Todavia, deixo também um artigo sobre como conciliar estudo e trabalho, já que nem sempre é possível se dedicar apenas a um.

Qualquer dúvida, deixe nos comentários, prometo ler e responder todos eles.

Viva bem. Lembre bem.

Renato Alves.

 

6 Comentários


  1. Olá Renato tudo bem?, o que fazer quando não tem um ambiente de estudos específico para estudar, possuo um em meu quarto mas as pessoas que convivo faz muito barulho , o que faço?

    Responder

    1. Luzia, você pode tentar outros espaços, como por exemplo uma biblioteca. Contudo, caso não seja possível, você pode tentar colocar uma música calma ou clássica e ouvir enquanto estuda, ela ajudará você a se concentrar melhor, evitando os ruídos externos.

      Responder

  2. Olá sou Maria cosme, qd eu estava olhando os vídeos das aulas vc falava no livro, até então eu ainda ñ tinha recebido. Depois q eu o recebi parei d ver os vídeos e comecei a ler o livro e estou adorando. ” Ainda não estou praticando aquela lição q vc diz p estudar tds os dia e sempre no mesmo horário ” tenho meu trabalho q me toma bastante tempo. E ñ estudo p nenhum enem ou outro. Me dediquei ao livro e achei incrível, c dicas ideias q até ja passei p minha neta de 10anos como vc já falou, senta na próximo da prof. , presta mt atenção em td q ela fala petgunta td sobre a matetia e por aí vai.
    E as dicas q tu dá no livro são ótimas. Agradeço por em quanto. Outra hora te escreverei p contar mais cousas. Obrigada e um grande abraço.

    Responder

  3. Olá,
    o meu plano de estudo que eu percebi olhando seu curso básico foi assim eu estudo para o Enem ai baixei o que cai muito nas provas, tipo historia são 12 conteúdo eu tento olhar 5 conteúdo de 3 matérias historia ,geografia e assim vai indo estudo por vídeo e faço aquele procedimento pre leitura,leitura,depois resumo o que eu aprendi em 2 minutos,como estudo por vídeo pré vídeo,e vejo vídeo novam,ente mas com concentração querendo aprender tem matéria que não entendo e vou pesquisando , faço 5 conteúdo de cada e na outra semana pego os 5 conteúdos que falta e assim vou indo é o que eu consegui montar no momento.Abraço

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *