Você também pode persuadir pessoas e talvez não saiba disso!

Como seria sua vida hoje se lá no passado alguém tivesse lhe ensinado a fazer amigos e persuadir pessoas?

Talvez você pense:

“Bom… eu teria uma vida completamente diferente da que tenho hoje.”

Provavelmente, sim.

O fato é que muito dos argumentos e frases de efeito que eram capaz de persuadir pessoas na década de 80 já não se aplicam nos dias atuais.

Nas últimas décadas tivemos mudanças radicais nas crenças e valores das pessoas.

Na década de 80 por exemplo, a relação pais e filhos, alunos e professores era completamente diferente.

Por exemplo, se minha mãe fosse me passar um sermão e eu reclamasse dizendo que “ela fala demais para o meu gosto” eu provavelmente não estaria aqui para contar essa história.

Naqueles tempos, quando os professores colocavam o pé na sala de aula não se ouvia um único pio.

Não que a gente não tivesse vontade de dizer “umas verdades” para aqueles adultos repressores, é que naquela época não pegava bem afrontar pessoas mais velhas. Se acaso você insistisse, seria no mínimo taxado de delinquente, e minha mãe sempre dizia que lugar de jovens delinquentes era na FEBEM.

Os tempos são outros

Hoje temos mais liberdade de comunicação. Dessa forma, todos têm acesso a praticamente as mesmas informações e com o advento da internet, nossos jovens ganharam voz. Eles podem expor suas ideias e rebeldias nas redes sociais. Você não consegue mais convencê-lo a base do…

“Moleque, você me respeeeeeita.”

Hoje, comunicação não se ganha no grito, se ganha com estratégia. Portanto, hoje também está mais fácil persuadir pessoas através da comunicação ganha-ganha.

As pessoas mais próximas sabem que eu sempre fui um jovem que sonhava grande. Sem dúvida, ter uma bela casa, um carro incrível, poder viajar com minha família eram objetivos que estavam permanentemente em meu radar.

Cadastre-se e receba dicas e materiais toda semana

Obrigado por realizar sua inscrição, acesse seu e-mail e confirme sua cadastro.

Sabemos que sonhos grandes pedem grandes habilidades, especialmente em comunicação. Por exemplo, eu tenho um pouco de criatividade e habilidade para executar tarefas, além de disciplina para estudar. Mas, apesar disso, existia um obstáculo que não me deixava avançar.

Mudando a forma de se comunicar

Quem me vê hoje falando nos palcos não imagina que antes eu tinha uma timidez crônica que me impedia de falar com as pessoas.

Além de tímido eu também sou introvertido, ou seja, Timidez + Introversão formam a química perfeita para você viver e morrer com ótimos projetos guardados dentro da gaveta. Da mesma forma como aconteceu com grandes nomes das artes, dos negócios e das ciências, pessoas geniais, mas que não souberam “vender suas idéias”.

Como eu não gostava e portanto não sabia conversar direito, eu aprendi a escrever. A partir dessa forma de me expressar de forma simples e didática através das folhas dos livros, consolidei minha carreira de escritor. 

O passo seguinte foi aprender a conversar com as pessoas.

E como eu não tenho a dádiva de falar pelos cotovelos, eu aprendi a dizer aquilo que realmente era necessário dizer. Ou seja, eu aprendi a me comunicar de forma mais precisa, objetiva, técnica e, para deixar claro, natural. Aliás, vale ressaltar que a maioria das técnicas de comunicação não tolhem a sua naturalidade.

Em minha opinião, aprender a se comunicar cada vez mais será o grande diferencial nos próximos anos. Você duvida?

Num mundo onde todos tem acesso a todas as informações, o que fará a diferença será a maneira como apresentamos nossas ideias.

Inclusive, se você olhar ao seu redor, isso já está acontecendo. Certamente basta reparar nas pessoas de sucesso que estão próximas a você.

Empresários, políticos, pastores de igreja, familiares e pessoas que fazem parte do seu círculo social. Quanto mais eles investem em estudo, leitura e novas estratégias de comunicação, mais eles se destacam.

E quanto mais se destacam, mais sucesso conquistam, num ciclo virtuoso que só tende a crescer.

Persuadir pessoas: Comece agora!

Me diga: Será que você está sabendo se comunicar com seus familiares, fazer amigos e persuadir pessoas?

Deixe seu comentário aqui abaixo, aproveite e conheça o meu curso Empatia Instantânea. Em suma, neste treinamento eu ensino algo que transformará a forma como você se comunica e lida com os seus relacionamentos.

Nas videoaulas on-line eu explico de maneira simples e objetiva, estratégias que rapidamente, poderão transformá-lo em um comunicador muito melhor e mudar seu relacionamento com as pessoas.

Para que você adquira agora mesmo o curso Empatia Instantânea, e por acreditar tanto na eficiência do meu método, além do bônus, quero lhe informar sobre a garantia incondicional: Se acaso em 7 dias, depois de aplicar o método, você  não notar melhoras, eu assumo total responsabilidade e devolverei 100% do seu investimento.

O que você acha? Clique aqui e saiba mais sobre o treinamento!

Nos vemos em breve na sala de aula.

Um abraço

Renato Alves é escritor, pesquisador e primeiro brasileiro a receber o título oficial de melhor memória do Brasil. Autor de um método patenteado de memorização que ganhou reconhecimento nacional e já está presente em mais de 100 países.

Quer ter acesso a outras informações? Curta e siga a minha fanpage no Facebook e também inscreva-se no meu canal no Youtube.

Banner Empatia Instantânea

6 Comentários


  1. Boa noite Renato Alves, pra mim esta sendo maravilhoso, algo que eu sempre quis, saber se comunicar com as pessoas. Esse livro de Dale Carnegie, eu já tinha vontade de ler o livro físico , mas não deu então resolve baixar em pdf, e agora estou colocando em prática.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *