Estudar Depois Dos 40, Pode?

Assista a versão em vídeo deste artigo:

SIM VOCÊ PODE [ E DEVE ] VOLTAR A ESTUDAR DEPOIS DOS 40 ANOS

Hoje eu vou contar a você como é a realidade de milhões de brasileiros.

Especialmente as mulheres.

Vamos analisar juntos se realmente vale a pena voltar a estudar depois dos 40.

Será que o cérebro dá conta? 

Será que você consegue manter atenção numa aula? 

Será que na hora da prova, você não vai passar vergonha?

Ou ser rotulado como o velho da turma?

O fato é que nem sempre as coisas acontecem da forma como a gente gostaria.

Muitas pessoas, especialmente mulheres, tiveram que parar de estudar muito cedo. 

Os homens também, ou por causa do trabalho, para ajudar em casa, ou porque constituíram uma família muito cedo e não sobrou tempo para os estudos, por causa das novas responsabilidades.

Passados alguns anos, no auge dos 40, muitas pessoas olham para o passado e contemplam a maturidade que conquistaram.

Elas analisam cuidadosamente o presente, onde observam que tudo está mudando, e rápido… E olha para o futuro concluindo que ainda tem pique, energia e muito o que fazer. 

Nessas horas surge o questionamento: 

E se eu voltasse a estudar?

Esta é uma boa pergunta, não é verdade?

Bom, imagine que você tem 45 anos e resolveu entrar na faculdade. 

No primeiro dia de aula, um garoto de 17 anos senta ao seu lado.

O professor entra na sala e começa a explicar sobre a matéria.

Quem você acha que terá mais consciência, segurança, conexão com o professor e bom senso para valorizar aquele conhecimento que está sendo passado na aula? 

Eu posso afirmar com toda certeza que é você!

Você já venceu a fase da timidez. 

Você quem terá mais iniciativa de perguntar, de interagir com o professor e tirar todas  dúvidas valorizando seu tempo e dinheiro.

Os mais jovens também irão mandar bem?

Claro que sim, mas eles só estão começando a sua vida e muitas vezes tem até vergonha de perguntar.

Eu, por exemplo, aos 17 anos era muito fechado, falava pouco e era tímido.

Por conta disso, acabei perdendo ótimas oportunidades de aprender sobre outros assuntos, simplesmente pela falta de iniciativa.

Hoje em dia eu sou outra pessoa, graças a experiência que eu ganhei com a idade.

A maturidade de alguém que passou por tantas provas da vida como você com certeza te proporciona mais condições de levar os estudos a sério e aprender.

O que acaba te sabotando é essa crença popular de que após os 40 anos a memória perde o seu potencial e o cérebro enferruja.

Puro mito!

Existem pessoas dando verdadeiros shows de intelecto e raciocínio acima dos 40, 50, 60, 70 anos de idade.

E muitas delas começaram aos 40…

Aprenderam um novo idioma aos quarenta…

Entraram na pós graduação aos quarenta…

Estão estudando biomedicina, enfermagem, direito, medicina aos 40…

Quanto mais você estuda, melhor seu cérebro fica. 

Esta é a realidade.

Sim, é verdade que nosso corpo passa por mudanças devido à idade.

O metabolismo desacelera, rugas começam a surgir, a pele e o cabelo começam a mudar, o seu corpo já não aguenta mais o ritmo dos 20 anos. 

Mas, assim como um corpo cansado pode recuperar a jovialidade com treinos e exercícios, uma memória cansada também pode ser fortalecida.

Quem está dizendo isso é alguém que trabalha com memória há mais de 20 anos.

E quando você exercita a sua memória e passa a usá-la com inteligência, o mundo fica pequeno demais para você e os resultados positivos são inevitáveis.

Eu tenho acompanhado diversos casos de pessoas com mais de 60 anos que voltaram a estudar e que estão desvendando o potencial gigante que elas já tinham, mas não haviam descoberto ainda.

Um exemplo disso é a dona Avelina que se tornou Bacharel em Direito com 85 anos.

Ela é viúva e mãe de 4 filhos. 

Quando perdeu seu marido, ela precisou trabalhar muito para manter a casa. 

Com isso, ela teve que abrir mão de alguns sonhos. 

Mas, em 2017 ela decidiu estudar e prestar o enem, e conseguiu passar na faculdade de direito.

Ela concluiu a sua formação com nota máxima no TCC e foi oradora da turma, tratada com o maior respeito e carinho pelos mais jovens.

Atualmente ela está matriculada na pós-graduação e segue a vida…

Então, se você acredita que não é capaz de memorizar as matérias, ou que não tem capacidade de acompanhar a aula, faça o que estou dizendo:

Siga em frente porque potencial você já tem, agora só precisa deixar com que ele aflore.

Pode ser que no início seja difícil?

Sim, mas quando você começar a exercitar a sua memória vai perceber que ela irá se fortalecer aos poucos. Que você vai conseguir acompanhar rapidamente o ritmo dos estudos e vai conseguir memorizar com muito mais facilidade.

Se isso não acontecer, faz o seguinte:

Vou deixar aqui um vídeo com uma aula grátis para você aprender como estudar e usar a sua memória com inteligência.

Por último, lembre-se de estimular a sua memória através da leitura, porque a leitura frequente ativa regiões do cérebro que são importantes para compreender, sintetizar, decifrar e analisar o mundo ao seu redor.

O hábito de ler pode melhorar significativamente a sua capacidade de aprendizagem. 

O artigo de hoje fica por aqui.

Espero que você tenha gostado do assunto e que este texto possa te motivar a nunca abandonar os estudos, independente da sua idade.

Ah, responda aí nos comentários: 

Qual é a matéria que você tem mais dificuldade para aprender?

Um grande abraço e até o próximo artigo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.