Lapsos de memória: Perdi tudo, deu pau na minha mente!

Lapsos de memória, difícil não ter acontecido isso com você ou ainda não ter pensado nisso. Ultimamente, estamos tão inseridos no frenético ritmo que a vida moderna nos impõe, que em alguns momentos a sensação é de que tudo vai parar por falta de tempo, espaço e principalmente ação. Concorda?

O volume de informação a que somos expostos e tentamos em vão memorizar e fazer uso em seguida é comprovadamente o maior na história da humanidade, por isso tudo os episódios de lapsos de memória estão se tornando comuns.

Às vezes tentamos fazer com que o cérebro funcione como um disco rígido de computador, mas quando vamos procurar nas subpastas das lembranças…cadê a informação? Parece que foram deletadas, não é mesmo? Acontece com a chave, o guarda-chuvas, o celular e as informações importantes do dia a dia.

Como sabemos, algumas pessoas chegam a um nível de estresse que esquecem até os filhos e animais de estimação dentro de seus automóveis fechados e se perdem nas atribulações do cotidiano. Algumas vezes esses lapsos causam dor, outras prejuízos e perda de oportunidades… e infelizmente por vezes é fatal!

E sua mente como está? O acúmulo de afazeres e compromissos está tornando sua vida um caos? Sua mente está à beira de um colapso?

Você já teve alguns episódios de lapsos de memória?

E se você pudesse equalizar a entrada de informações, aprendesse a escanear o que interessa, selecionar assuntos relevantes, dividir em pastas, armazenar as informações e diminuir exponencialmente os brancos na memória e assim ser mais eficiente e assertivo em suas decisões e rotina diária em casa, nos estudos e no trabalho?

Aprenda a desligar o computador (sua mente), experimente tirar da tomada (desligar-se) por 5 minutos e retome este texto.

Em primeiro lugar sentir ansiedade e estresse diante de uma rotina cansativa e cheia de preocupações repleta de obrigações e compromissos não é um comportamento anormal.

Entretanto, é possível ter um controle maior da sua mente e organizá-la a fim de evitar dissabores e sofrimentos antecipados e não atinja suas capacidades cognitivas, causando transtornos difíceis de combater.

Você já parou para pensar quantas vezes investiu em preocupações excessivas sobre coisas que sequer aconteceram? Ou imaginava que algum fato fosse se desenrolar de forma dolorosa, mas que não se confirmou?

Se você se identifica com essa postura, saiba que está maltratando sua mente sem nenhuma necessidade e degradando aos poucos sua autoestima e produtividade.

Quando se deparar com uma situação desfavorável e que causa desconforto, busque no seu próprio histórico de vida, uma situação compatível com a que se apresenta, para tentar resolver a questão. Quero dizer que é preciso visitar suas experiências passadas e se perguntar: ‘Qual a possibilidade real desse fato ocorrer?

Esse tipo de atitude tem o poder de amenizar seus incômodos e proporcionar mais segurança para enfrentar tais situações sem a sensação de desespero que na maioria das vezes se apodera da sua memória.

Seja o mais realista possível diante das possibilidades de qualquer situação

Não perca tempo com o que é muito vago. Suas forças devem estar concentradas apenas no que é real e passível de discussão e realização.

Muitas vezes, nos perdemos em preocupações desnecessárias e projetamos contextos caóticos, resultado de uma mente sem foco e repleta de planos longe demais de nossas realidades ou possibilidades.

Não quero cercear seus sonhos! Quero que você voe longe, mas uma coisa é se projetar como Juiz da Suprema corte em 20 anos, outra é querer definitivamente participar da primeira viagem turística tripulada à Marte, como muitas pessoas almejam. Seja, plausível para não sofrer.

Assumir uma postura mais realista vai ajudar você a ganhar consciência. Seja honesto consigo mesmo. Lidar com situações inexistentes ou impossíveis traz apreensão e certamente o tornará refém de uma postura desmotivante e de receio desnecessária.

Dedique um pouco do seu tempo para refletir e raciocinar melhor para poder fazer as escolhas certas.

A única preocupação válida é com você e com seus objetivos

“ Pouco importa o julgamento dos outros. Os seres humanos são tão contraditórios que é impossível atender às suas demandas para satisfazê-los. Tenha em mente simplesmente ser autêntico e verdadeiro. ”

Dalai Lama

Toda rotina tem suas etapas, horários, responsabilidades e peculiaridades. Muita coisa, não é? Imagine para quem tem uma queda maior pela procrastinação.

Como sabemos, uma das grandes variáveis das pessoas sem foco é preocupar-se demais com o que os outros pensam e muitas vezes deixar de seguir suas convicções e talentos. Muitos até tomam decisões apenas para agradar quem está ao lado, as vezes os pais para seguir ou espelhar-se nas carreiras. Isso é catastrófico para o seu desenvolvimento pessoal e profissional.

Atenção: As pessoas que sofrem de ansiedade e outros distúrbios costumam projetar suas vidas nos relatos alheios. Lembre-se: as capacidades de cada indivíduo são únicas e devem ser trabalhadas  de maneira customizada.

Remédio contra os lapsos de memória, adote a mecânica do semáforo: Pare, olhe e siga

Na maioria das vezes as nossas preocupações e desconfortos aparecem em momentos conturbados de trânsito e volume de informação e problemas intenso.

Antes de qualquer decisão ou atitude pare para pensar. Desacelere. Use a reflexão para identificar o que lhe incomoda e o que pode dar certo ou errado.

Como estamos fazendo analogias com a tecnologia e o trânsito, imagine-se equipado com a tecnologia ‘Start-Stop’ que atualmente está presente em alguns modelos de veículos. Treine seu cérebro para ao avistar o sinal vermelho, desacelerar, parar, desligar-se automaticamente para economizar a bateria, e ao sinal verde: siga em frente.

Minimize a possibilidade de ter lapsos de memória, faça exercícios regularmente

Lapsos de memória faça exercícios
Evite os lapsos de memória, faça exercícios

Não é só a memória que sofre com o estresse excessivo e as preocupações diárias. O corpo também sente.

Como já citei aqui neste Blog várias vezes, a prática regular de exercícios físicos é uma das melhores opções para fomentar a higiene mental. Liberar endorfina – hormônio do bem-estar – é crucial para que você tenha menos tensão e mais disposição.

Seus níveis de humor, energia, sono e autoestima se elevarão. É um remédio natural para o seu cérebro.

[inf_infusionsoft_inline optin_id=optin_1]

Quer sair da zona de conforto rapidamente?

Lembre-se das recomendações anteriores nesse texto. Primeiramente, identifique seu atual status. Dê importância ao que você pensa e não ao que os outros dizem. Encare as coisas com naturalidade. Ser realista é uma vantagem. A preocupação apareceu? Pare, reflita e siga adiante.

Não queira resolver tudo de uma só vez. É prejudicial e muito provavelmente não resolverá nenhuma das situações.

São dicas simples que podem ser praticadas ao longo de sua rotina diária, mas que dão resultados no curto prazo e ajudam a concentrar suas forças no que pode lhe oferecer resultados positivos de verdade.

Todos os dias recebo depoimentos de pessoas que buscam incessantemente manter a calma para achar uma solução melhor para suas vidas. Assim como os computadores que usam, suas mentes simplesmente travam ou dão ‘’pau!’’ como dizem.

Muitos assumem as técnicas de memorização como a melhor forma de evoluir pessoalmente. São pessoas que alteraram seus estados mentais totalmente.

Espero que depois de ler esse artigo suas preocupações diminuam e deem lugar para a proatividade e pensamentos evolutivos e melhorem seus resultados.

Gostou das dicas, você precisa lidar frequentemente com lapsos de memória? Que tal coloca-las em prática agora mesmo?

Não esqueça de deixar seu comentário aqui abaixo e aproveite para conhecer o meu curso Memória Blindada no treinamento eu ensino a aplicação prática da memorização no dia a dia.

Nas videoaulas on-line eu explicado de maneira simples e objetiva, todas as estratégias que utilizo para não esquecer de nada. Definitivamente é sua hora de ter uma memória mais jovem, forte e confiável:

» Clique Aqui e assista alguns depoimentos de alunos do curso «

Adquira agora mesmo o curso Memória Blindada, eu acredito tanto na eficiência do meu método que além dos bônus eu ainda lhe ofereço uma garantia especial.

Se em 7 dias, depois de aplicar o método, você  não notar melhoras, eu assumo total responsabilidade e devolverei 100% do seu investimento. Dessa forma você não corre nenhum risco. O que você acha? Clique aqui e comece agora mesmo.

Curta e siga a minha fanpage no Facebook e também inscreva-se no meu canal no Youtube.

Renato Alves é escritor, pesquisador e primeiro brasileiro a receber o título oficial de melhor memória do Brasil. Autor de um método patenteado de memorização que ganhou reconhecimento nacional e já está presente em mais de 100 países.

Curso Memória Blindada

26 Comentários


  1. Olá, Prof Renato. obrigado pelo conteúdos, porque o Lapso de memória tem estado a preocupar-me, há vezes que penso que é problema de saúde, agora entendi que é um processo normal.

    Responder

  2. Boa noite Renato Alves,
    Foi muito bom ler este artigo sobre a memória estes lapso de memória. Eu estou fazendo o curso de memória com o Sr.
    Fico feliz em saber que é normal a gente esquecer. Estava triste perco sono, eu perdi uma pasta com vários itens de muito valor documentos etc. Já estava pior, mas agora que estou fazendo o curso de memorização estou 50 por cento melhor.
    Eu sou grata por sua atenção dispensada comigo porque sou lenta para aprender, já melhorou muito. Mas eu chego lá.
    Quando terminar o curso vou recomeçar tudo de novo quero ficar 100 por cento, tenha um pouco de paciência comigo vou continuar estudando, termino um começo outros.
    Obrigada por tudo, seu curso é ótimo o Sr é excelente profissional.
    Obrigada abraços.
    Nelza Abreu Barth

    Responder

  3. Olá, Renato Alves, os seus cursos também podem ajudar quem possa ter déficits de atenção?

    Responder

    1. Olá, Marly. Tenho vários alunos com o mesmo diagnosticado em minhas turmas, e se deram muito bem com os cursos. Você precisaria escolher o curso que seja mais apropriado a sua necessidade.
      Para conhecer todos os cursos clique aqui
      Abraço

      Responder

  4. Olá Renato, boa noite! Suas dicas, vídeos e artigos são valiosos para nossas vidas profissionais e de eternos estudantes. Muito obrigada!

    Responder

  5. Bom dia Renato,
    Adquiri o curso Fest Read e confesso que a minha vida intelectualmente não será mais a mesma. Aprendi a ter foco nas leituras e imagine! também na minha vida como um todo. É impressionante como faz a diferença na vida a partir de uma concentração.
    Suas dicas são muio valiosas. Parabéns e obrigado.

    Responder

    1. Olá, Ineudivan. Obrigado! Que ótimo que tenha gostado do curso e já está colhendo os frutos disso.
      Abraço

      Responder

  6. Dicas como essas é que nos potencializa e nos dão uma injeção de ânimo pra continuar.
    Muito bom! Parabéns!

    Responder

  7. Fiz um curso seu e amei estava muito doente vejo tenho respeito e admiração pelo seu trabalho. Já adquiri dois livros seus.

    Responder

  8. Gostei muito desta orientação sobre os lapsos de memória. Tenho um livro seu que consulto periodicamente.
    Tenho quase 80 anos, estou fisicamente e mentalmente ativo, embora, enquanto estudo a língua inglesa, tenho momentos em que acho que as dificuldades para guardar na memoria o aprendizado são maiores do que quando eu era mais jovem. Mas, ai eu leio um artigo seu como este e “bola para frente”.

    Responder

  9. Sensacional o post. Me identifiquei totalmente com os exemplos citados. Eu tenho um cérebro que se fosse um carro seria um classe média, meia boca. No dia a dia me ajuda bem, mas já foi bem melhor, principalmente em guardar conhecimento em volume maior. Fiz inúmeros concursos sempre fiquei ali no quase, sempre pq na hora da prova o famoso”branco” veio como sono impetuoso, tirando de cena o conhecimento ora adquirido. Já fiz muito coisa para tentar calibrar minha mente, mas sem sucesso, isso sem falar da tal “procrastinação” tenho vivido dias difíceis e a carga de estresse tem se elevado. Lendo com calma seu post me deixou mais tranquilo, a entender q não se trata só de mim e q isso não é anormal, pelo contrário, muito corriqueiro. Agora sei q se eu procurar aplicar a ferramenta certa colherei o melhor de mim mesmo.

    Responder

    1. Olá, Mario. Excelente, já identificou o problema, isso lhe coloca em um situação de vantagem, agora precisa arrumar a solução para o seu problema. No meus canais você vai encontrar muita coisa, mas recomendo também que conheça o meu curso Estudo e Memorização.
      Abraço

      Responder

  10. Boa tarde Renato. adquiri um dos seus cursos e como estou no quarto semestre de odontologia e tenho o meu trabalho também, não consegui dar continuidade ao curso. Tenho 45 anos e concordo com todas as informações do artigo. Sei que tenho que encontrar tempo para exercícios físicos, iniciar o curso e finalizar. Fico agradecido e feliz com os artigos que me é enviado sempre e peço que continue enviando. Grande abraço!!!

    Responder

    1. Olá, Lafaiete. Obrigado, você fez um excelente investimento, de continuidade ao curso o quanto antes, pois o mesmo foi desenvolvido para ser facilmente acoplado a sua rotina normal de estudos e trabalho.
      Solicitei que um colaborador lhe envie um e-mail com algumas instruções.
      Não deixe de utilizar a área exclusiva do aluno.
      Abraço

      Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.