Estudante universitário: Saiba como não perder o foco nos estudos

Saiba como não perder o foco nos estudos. Você é estudante, se esforça bastante, lê livros, apostilas, faz exercícios, mas, quando chega a hora da prova, te dá aquele branco? Já tentou manter uma rotina de estudos, mas não consegue ir muito longe sem perder a concentração?

Isso pode ser um grande obstáculo para terminar a faculdade, ou para passar naquele concurso que vai dar a tão sonhada estabilidade, não é mesmo? Mas você não está sozinho! De fato, muitas pessoas têm dificuldades em manter o foco nos estudos — algumas acabam até mesmo desistindo no meio do caminho. Nessa hora, é preciso tomar alguns cuidados para não cometer erros que podem atrapalhar seus planos. Por isso, resolvi te dar uma ajudinha e listei 7 dicas fundamentais para você não perder o foco na hora de estudar. Elas foram retiradas do meu livro Não Pergunte se ele Estudou. Vamos conferir?

Saiba como não perder o foco nos estudos

1. Tenha um bom planejamento

Em primeiro lugar, na hora de organizar seus estudos é fundamental ser honesto consigo mesmo. Você tem tempo para dedicar aos estudos? A rotina de um estudante pode ser tão complexa e extensa quanto a rotina de um trabalhador. Por isso, por menor que seja o tempo reservado para os estudos, ele deve ser bem aproveitado. Seu plano de estudos deve se ajustar ao seu perfil e às suas necessidades, e, para isso, é preciso considerar os mínimos detalhes para evitar que alguma coisa dê errado.

Quanto tempo você tem para estudar? Quantas matérias você consegue estudar por dia? O lugar onde você estuda é calmo o bastante? Ele te permite uma boa concentração?

Afinal, não adianta colocar uma meta que não poderá ser alcançada. Isso pode gerar frustração ou ainda mais ansiedade, o que atrapalhará seu principal objetivo: manter o foco.

2. Use uma boa técnica de memorização

De fato, com a grande quantidade de informação que nos cerca hoje em dia, a nossa memória nem sempre é estimulada como deveria. Afinal, não adianta ter um bom planejamento, ler muitos livros e assistir a várias videoaulas, se você se esquece de tudo no final, certo?

Por isso, aprender e praticar técnicas de memorização pode ser crucial para evitar os brancos nas horas mais importantes. Assim, sua memória será sua maior aliada na busca por uma carreira de sucesso.

Quanto a isso, é bom ressaltar que repetir (decorar) e memorizar são coisas bem diferentes. Você pode repetir exaustivamente algo de que queira se lembrar e, na “hora H”, esquecer tudo da mesma forma. E, obviamente, isso não significa uma perda de memória.

Na verdade, uma boa memória é formada quando você compreende aquilo que está sendo estudado. Neste sentido, uma excelente maneira de estimular e otimizar sua memória é diminuir o uso de aparelhos eletrônicos e confiar mais em sua capacidade de memorização. Cá entre nós: dispositivos como smartphones e tablets são portas de entrada para a distração e a perda do foco na hora dos estudos.

A minha dica para reforço da memória é escrever no papel a respeito daquilo que você aprendeu. Não falo de anotar tudo o que o professor fala em sala de aula ou fazer bilhetinhos porque você se acha esquecido. Refiro-me a utilizar uma estratégia de estudo que estimula e reforça o aprendizado. Escrever estimula seu sistema sensório-motor ajudando a fortalecer a memorização.

3. Evite “deixar para depois”

A procrastinação (mania de deixar tudo para depois) é um dos maiores problemas de quem precisa estudar para um concurso ou quer se destacar na faculdade. Sem dúvida, nos dias de hoje é muito fácil se distrair e acumular a matéria. As tentações dos filmes, séries e redes sociais são geralmente um fator de perda de concentração e adiamento dos estudos.

Mas, convenhamos, passar em um concurso não pode ser um plano para a “próxima” segunda-feira ou para o ano que vem. Começar agora pode ser a melhor forma de alcançar os resultados esperados de um modo mais rápido. E, nesse sentido, a boa notícia é que isso pode ser resolvido com autocontrole, técnicas simples e algum esforço.

4. Tenha uma rotina

Estudar exige hábito — então, estude todos os dias. À primeira vista, 30 minutos de estudos por dia podem parecer muito pouco, mas é muito melhor do que nada. Estudar, mesmo que por um período curto, diariamente, ajuda a gerar um hábito (condicionamento da memória para tarefas específicas) que pode ajudar na busca pela aprovação.

Além disso, a concentração e a memorização exigem uma relação de afetividade com o que está sendo estudado; e isso só pode ser alcançado com o hábito. Portanto, é fundamental manter a rotina no processo de aprendizagem. Isso ajuda a assimilar de maneira mais fácil os conteúdos, sem que tudo seja esquecido logo depois.

5. Respire melhor

Fazer exercícios de respiração também são uma forma simples e eficiente de manter a concentração na hora dos estudos. Ao respirar fundo, e com intervalos regulares, você direciona a sua atenção mais facilmente para aquilo que deseja.

Essa técnica da respiração regular é utilizada com sucesso por atletas de alto rendimento, por pessoas que fazem musculação e artistas, por exemplo. Além de relaxar o corpo e a mente, uma boa respiração é capaz de aumentar a percepção das coisas ao seu redor. Experimente isso agora: inspire lenta e profundamente, segure por 3 segundos e depois solte o ar.

6. Recompense as pequenas vitórias

De fato, seria muito mais simples se o estudante universitário tivesse que manter o foco apenas para aquilo que gosta de fazer! Afinal, a capacidade de concentração aumenta quando estamos fazendo alguma coisa por prazer. Contudo, nem sempre é assim, não é mesmo? Gosto de dizer que a vontade de estudar deve ter o mesmo gosto de um sorvete de morango numa tarde quente de domingo.

Então, uma excelente forma de não perder o foco na hora de estudar é dar pequenas recompensas a si mesmo.

A ideia é bem simples: para cada progresso feito nos estudos, se permita uma pequena recompensa. Pode ser um episódio da sua série favorita, um cochilo, alguns minutos em uma rede social ou porque não dizer… um sorvete de morango. Sorvete ligth, ok? A auto-motivação é um dos segredos dos campeões nos estudos. Ela me ajudou durante alguns anos a manter o título de recordista brasileiro de memória!

Cadastre-se e receba dicas e materiais toda semana

Obrigado por realizar sua inscrição, acesse seu e-mail e confirme sua cadastro.

7. Tenha cuidado com as “pílulas da inteligência”

Por fim, estudantes universitários e pessoas que estudam para concursos têm usado cada vez mais medicamentos para melhorar a concentração ou a memória. No entanto, o uso de drogas como a Ritalina, ou também as chamadas pílulas da inteligência podem ter efeitos bastante nocivos à saúde.

Isso porque esses remédios são fortes, e foram desenvolvidos para tratar outros tipos de problema. Na maior parte dos casos, ter dificuldades para manter o foco na hora de estudar ou para memorizar o que foi estudado não são doenças.

E, nesses casos, desenvolver tais habilidades de estudo e memorização pode ser algo simples se você tiver um bom auxílio profissional. Quanto a isso, existem diversos cursos on-line e livros sobre técnicas de memorização e concentração que podem lhe ajudar.

De fato, manter o foco e ter uma boa capacidade de memorização são um grande desafio para quase todo estudante universitário e concurseiro. Afinal, são muitas as formas de distração nos nossos dias. Além disso, o uso excessivo dos dispositivos eletrônicos acaba reduzindo os estímulos da nossa memória.

Mas, como vimos, existem algumas dicas básicas que podem te ajudar bastante a evitar a distração e os brancos na hora de estudar. Então experimente colocá-las em prática!

E aí, gostou do post? Sobrou alguma dúvida? Deixe-nos o seu comentário e divida suas experiências conosco!


Acesse abaixo a versão em audio deste post e faça o download para escutar as dicas do professor Renato Alves sempre que desejar.


Tenha boas lembranças,

Renato Alves é escritor, pesquisador e primeiro brasileiro a receber o título oficial de melhor memória do Brasil, pelo Guiness Book, o livro dos recordes. Autor de um método patenteado de memorização que ganhou reconhecimento nacional e já está presente em mais de 100 países.

Saiba mais www.renatoalves.com.br

7 Comentários


  1. Fico feliz em ler isso, Silas. Muito obrigado pelo feedback!! Abraços 🙂

    Responder

  2. Gratidão por compartilhar seus conhecimentos tão preciosos. Sinal de alma generosa. Muito gentil. 🙂 Sucesso e tudo de ótimo pra vc! (não tenho dinheiro pra adquirir o curso, mas assim que tiver vou fazê-lo)

    Responder

  3. Parabéns pelo artigo, obrigado por compartilhar seus conhecimentos, que são vastos, resultados de muitos ano de estudo e dedicação,obrigado por está nos ajudando. Deus continue te abençoando, te usando para abençoar muitas outras pessoas

    Responder

  4. Parabéns Renato pelo conteúdo ,muito esclarecedor !!!
    Preciosas as dicas desse artigo, eu preciso colocar em prática isso e tentar progredir na vida acadêmica, já faz um tempo que parei de estudar. Obrigada por compartilhar essas dicas de aprendizado !

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *